quarta-feira, 21 de julho de 2010

uma das minhas músicas favoritas!

eu quero a sorte de um amor tranquilo
com sabor de fruta mordida
nós na batida no embalo da rede
matando a sede na saliva

e ser artista no nosso convívio
pelo o inferno e céu de todo dia
pra poesia que a gente nem vive
transformar o tédio em melodia

ser teu pão, ser tua comida
todo o amor que houver nessa vida
e algum veneno antimonotonia
(...)